Destaques

UMa LANÇA UM NOVO GUIA

UMa LANÇA UM NOVO GUIA

O Guia do Aluno foi disponibilizado em versão digital a partir do ano letivo 2011|2012. Os motivos para esta alteração aliam a necessidade de contenção orçamental, o fator ambiental e, fundamentalmente, a atratividade pelas Tecnologias de Informação e Comunicação por parte do nosso público-alvo, fruto do seu dinamismo e facilidade de disseminação.

FAQ

Quais as Formas de Acesso ao Ensino Superior Público?

Os estudantes que concluem o ensino secundário podem ingressar no ensino superior público através de Concurso Nacional, Concursos Especiais e Regimes Especiais.

O Concurso Nacional é a forma de ingresso mais usual no ensino superior público. Nesta forma de acesso, os candidatos podem concorrer até seis pares instituição/curso, isto é, seis combinações diferentes de instituições e cursos, as quais são indicadas por ordem de preferência. No concurso nacional existem contingentes gerais, aos quais são afetas determinadas percentagens de vagas destinadas aos candidatos que cumpram as condições de cada contingente, e contingentes especiais, que englobam os candidatos provenientes das Regiões Autónomas dos Açores e Madeira, Emigrantes Portugueses, Portadores de Deficiência e Militares em Regime de Contrato.

Os Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior destinam-se a estudantes com habilitações específicas e englobam os seguintes casos: maiores de 23 anos, titulares de cursos superiores, cursos médios ou de um diploma de especialização tecnológica e acesso a medicina por titulares do grau de licenciado.

Os Regimes Especiais não podem exceder 10% das vagas aprovadas para o concurso nacional e destinam-se a estudantes com habilitações e condições pessoais específicas, nomeadamente: funcionários portugueses em missão diplomática portuguesa no estrangeiro e seus familiares; cidadãos portugueses bolseiros no estrangeiro ou funcionários públicos em missão oficial no estrangeiro, oficiais das forças armadas portuguesas, bolseiros nacionais de países africanos de expressão portuguesa; missão diplomática acreditada em Portugal; praticantes desportivos de alto rendimento e naturais de Timor-Leste.

Poderá consultar informação adicional sobre este assunto em: http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Acesso/FormasdeAcesso

Quem pode candidatar-se ao ensino superior?

Podem candidatar-se ao ingresso num determinado curso e instituição de ensino superior em 2011 os estudantes que satisfaçam, cumulativamente, as seguintes condições: ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente; ter realizado, em 2009 e/ou 2010 e/ou 2011, as provas de ingresso exigidas para esse curso nessa instituição e ter nessas provas uma classificação igual ou superior à classificação mínima fixada por essa instituição; satisfazer os pré-requisitos caso sejam exigidos para esse curso nessa instituição e ter uma nota de candidatura igual ou superior ao valor mínimo fixado pela instituição de ensino superior.

Para a candidatura de 2011 podem ser utilizados como provas de ingresso exames feitos em anos anteriores?

Os exames nacionais do ensino secundário podem ser utilizados como provas de ingresso no âmbito da candidatura à matrícula e inscrição no ensino superior no ano da sua realização e nos dois anos seguintes, sem necessidade de repetição no ano em que for concretizada a candidatura ao ensino superior.

Assim, os exames realizados em 2009 e/ou 2010 podem ser utilizados na candidatura de 2011-2012.

Quantas vagas há para cada curso em cada estabelecimento?

As vagas para cada curso em cada instituição de ensino superior são fixadas anualmente pelas próprias instituições.

Como, quando e onde se apresenta a candidatura ao concurso nacional?

A candidatura ao Concurso Nacional de Acesso de 2011 é apresentada através do sistema online, no site da Direcção-Geral do Ensino Superior (www.dges.mctes.pt). Assim, os estudantes que pretenderem candidatar-se ao ensino superior público devem pedir a senha de acesso à candidatura online e apresentar o recibo do pedido de atribuição de senha na escola secundária onde se inscrevem para os exames nacionais, juntamente com o respectivo boletim de inscrição nos exames. A senha de acesso atribuída em anos anteriores não permite a apresentação da candidatura em 2011.

O que são os pré-requisitos?

Os pré-requisitos são condições de natureza física, funcional ou vocacional que assumem particular relevância para acesso a determinados cursos do ensino superior. Os pré-requisitos podem, consoante a sua natureza, ser eliminatórios, destinar-se à selecção e seriação ou apenas à seriação dos candidatos.

É exigida uma classificação mínima na nota de candidatura?

As instituições de ensino superior exigem uma classificação mínima na nota de candidatura. Só podem concorrer a um determinado par instituição/curso os estudantes cuja nota de candidatura a esse par seja igual ou superior a esse mínimo. As classificações mínimas na nota de candidatura que vierem a ser exigidas para acesso a cada par instituição/curso são divulgadas no Guia da Candidatura ao Ensino Superior Público e no Guia da Candidatura ao Ensino Superior Privado e Universidade Católica Portuguesa.

Quais são os momentos de candidatura?

1º momento: de 21 de julho a 8 de agosto, para os candidatos que reúnem as condições de candidatura após a afixação dos resultados da 1ª fase dos exames nacionais; 2º momento: de 9 a 17 de agosto, para os candidatos que só reúnem as condições de candidatura após a afixação dos resultados da 2ª fase dos exames nacionais. Os candidatos do Porto Santo que, por qualquer motivo, não pretendam ou não possam deslocar-se ao Funchal, nem no 1º nem no 2º momento, poderão realizar a sua candidatura na Escola Secundária Prof. Doutor Francisco Freitas Branco, em dia ainda a determinar.

Qual a documentação necessária para a Matrícula?

BI e duas fotocópias do mesmo; 2 Fotos tipo Passe; Nº de Contribuinte e duas fotocópias do mesmo; Comprovativo do Pré-requisito (para o de Curso de Educação Física e Desporto e para o Ciclo Básico de Medicina).

Quais os procedimentos necessários para me candidatar aos apoios sociais?

Candidatura pela 1ª vez: Os estudantes devem solicitar a atribuição de credenciais de acesso através deste formulário e enviá-lo devidamente preenchido. As credenciais de acesso solicitadas são enviadas para o contacto do telemóvel fornecido pelo estudante no modelo preenchido.

Recandidatura: Os estudantes inscritos no ensino superior, e que já dispõem de credenciais de acesso, podem efectuar a sua candidatura através deste site. Seguidamente, o candidato preenche o formulário da candidatura da bolsa de estudos, devendo submetê-lo e enviar os documentos indicados no final da operação, através da área de documentos da mesma página. O aluno, ao submeter a sua candidatura, recebe uma mensagem a informar que "a sua candidatura foi submetida com sucesso". A candidatura só será válida após a submissão da mesma. Caso contrário, o pré-registo e respectiva candidatura será cancelado automaticamente pelo sistema. O aluno é igualmente notificado que a sua candidatura foi eliminada.

Biblioteca - Como encontrar os livros na estante?

A distribuição dos diferentes assuntos pode ser identificada nas plantas da Biblioteca que se encontram afixadas em diversos locais. As cores nas estantes indicam as áreas temáticas. As espécies bibliográficas que compõem o acervo (excepto os reservados, teses e depósito) estão arrumadas nas estantes, em regime de livre acesso. As espécies bibliográficas estão classificadas e distribuídas de acordo com as grandes classes da Classificação Decimal Universal, conhecida pelo acrónimo CDU. Grandes letreiros estão colocados nas estantes designando o assunto, de forma numérica e alfabética, e de acordo com a CDU.

Biblioteca - Como faço para requisitar uma obra?

O utilizador deverá deslocar-se à estante, retirar a obra e apresentá-la na receção da Sala da Leitura. Para levantar uma obra deverá fazer-se acompanhar do Cartão de Estudante ou do Bilhete de Identidade ou ainda do cartão de associado da Associação Académica (desde que este tenha foto e o número de aluno).

Como entregar os trabalhos escritos?

Todos os trabalhos escritos das unidades curriculares leccionadas na UMa devem ser entregues no Gabinete de Apoio ao Estudante – GAE (trabalhos@uma.pt) para que possa ser confirmado se o estudante efectua a entrega do trabalho/ relatório, dentro das datas previstas e para serem submetidos ao software de detecção de plágio. Os trabalhos devem ser enviados nos seguintes formatos: *.pdf (não gravar como imagem), *.doc, *. htm ou *.html e *.txt. O aluno, ao enviar o e-mail, deve indicar, no corpo da mensagem, o nome, número , curso, nome do docente que irá receber o trabalho/relatório e nome da unidade curricular. O ficheiro deverá ser gravado com o nome do aluno, nome da unidade curricular e nome do docente.

Como devo proceder para requerer a execução das capas de relatórios, dissertações e teses realizadas no âmbito dos Ciclos de Estudos e Cursos da UMa?

Com dez dias de antecedência mínima, o requerente preenche no formulário disponível em http://girp.uma.pt, na hiperligação: Requisição de Serviços/Formulário - Modelos Trabalhos Académicos, as seguintes informações: Título do Relatório/ Projecto/ Dissertação/ Tese; Nome completo do autor; Designação completa do ciclo de estudos ou curso; Ano e mês da entrega do Relatório/ Projecto/ Dissertação/ Tese; Número de tomos em que se divide o trabalho; Indicar se é bolseiro; A entidade patrocinadora (caso exista) e o e-mail do requerente.

Onde posso consultar informação referente aos Maiores de 23?

A informação referente aos Maiores de 23 está disponível em: https://maioresde23.uma.pt/

O que é um provedor do Estudante?

É uma personalidade de reconhecido mérito com conhecimentos e experiência relevantes na área da Educação e Relações Humanas, nomeado, por períodos de dois anos, com o objectivo de encontrar soluções para os problemas apresentados pelos estudantes. Actualmente, o Provedor do Estudante é o Professor Doutor Luís Augusto Marques de Sena Lino.

O que é o Serviço de Consulta Psicológica?

É um serviço, de caráter confidencial, que foi criado em Novembro de 2009 para ajudar na promoção do desenvolvimento pessoal e do bem-estar psicológico da comunidade. Nas consultas poderá partilhar com o psicólogo as suas dúvidas, medos, receios, preocupações e aspirações, de modo a que o psicólogo o/a possa ajudar a encontrar novas soluções para o seu problema.

Como posso proceder para alugar um cacifo?

Poderá fazer a requisição na secretaria da Associação Académica da Universidade da Madeira (piso – 2; Campus Universitário da Penteada.

Qual o preço das refeições na Cantina - Esplanada Jardim e no Restaurante Académico?

Cantina - Esplanada Jardim *
Estudantes UMa - 1º e 2º ciclo - Semanal/Véspera 2,40 €
Estudantes UMa - 1º e 2º ciclo - Dia (até às 10h30m) 2,60 €
Funcionários da Universidade da Madeira 4,30 €
Outros Utentes autorizados 4,75 €
Horário do Serviço de Almoço: 2ª a 6ª feira - 12:00 às 14:30
Restaurante Académico *
Buffet Completo 6,60 €
Prato 4,75 €
Sopa 1,15 €
Sobremesa 1,30 €
Horário do Serviço de Almoço: 2ª a 6ª feira - 12:00 às 15:00

* Haverá uma actualização de preços, de acordo com os termos legais, a 01 de Outubro de 2011.

Quais os autocarros que fazem a ligação entre o Centro do Funchal e o Campus Universitário?

Os autocarros nº 12, 13, 15, 15B, 17, 42, 46 e 49. Pode consultar os horários aqui.

Site optimizado para Mozilla Firefox 8 e Internet Explorer 9 ou versões superiores